Correção Para Falha do Sistema Android.

00_seguranca-blog

Uma  falha de segurança descoberta pela empresa Zimperium no sistema operacional Android deixou de cabelos em pé os usuários do sistema. A falha  afeta 95% dos dispositivos que utilizam o Android e segundo a empresa que detectou a falha, ela existe desde a versão 1.6 Dount. Se você tem um aparelho celular ou dispositivo com Android, você está vulnerável.

Stagefright é a biblioteca vulnerável do Android e entre outros tipos de ataques possíveis, o uso de MMS são considerados os mais perigosos, pois o usuário poderia receber um MMS a qualquer momento, ser infectado e o controle do dispositivo ficar nas mãos do atacante.

O QUE PODE ACONTECER?

Tudo. Basicamente a falha descoberta da acesso total ao hardware e software do dispositivo e o “intruso” pode fazer o que bem entender. Alguns exemplos terríveis são: ligar o microfone do dispositivo, ligar a câmera, pegar dados de sua agenda pessoal, modificar ou apagar dados da memória entre outras tantas coisas que ele desejar. Inclusive depois de “passear” pelo seu dispositivo, apagar os rastros deixados da invasão.

E AGORA?

Como “ninguém gostou” desta novidade do Android, a comunidade de desenvolvedores a começar pelo próprio Google já correu atrás de uma solução para o problema já que o Google  classificou a falha como “alta periculosidade“. E tão rápido quanto dizer “ops!”, uma solução poderá aparecer. Nos resta apenas aguardar uma solução que mesmo aparecendo amanhã, levará tempo até que todos os sistemas com Android sejam atualizados.

Depois da noticia publica da falha a gerente de comunicação do Android Gina Scigliano informou que uma atualização estaria pronta e liberada para fabricantes de dispositivos. Em tese os fabricantes de dispositivos Android iriam atualizar o sistema dos seus respectivos produtos. Certamente seria uma excelente ideia não fosse por um porém: existem muitos milhares de aparelhos celulares e dispositivos ativos que não podem ser atualizados porque os fabricantes simplesmente não conseguirão atualizá-los. O que para muitos donos de aparelhos celulares e dispositivos móveis será uma grande decepção e pesadelo.

COMO SE PROTEGER DA FALHA:

Enquanto não houver uma solução, ou se a solução não puder ser aplicada ao seu dispositivo, você pode se prevenir da seguinte maneira:

Modifique as configurações do seu aplicativo de mensagens e desative a opção de recuperar MMS automaticamente.

AS IMPLICAÇÕES DA FALHA:

Eu sou desenvolvedor de aplicações para Android e confesso que eu e muitos desenvolvedores ficaram frustrados com essa falha. Principalmente porque os clientes perguntam: E agora? E você não tem uma resposta. É no mínimo constrangedor. E nesse momento eu sempre penso: “Rápido, corram para as colinas”. É o melhor que se pode fazer.

android

 

A primeira marretada certeira no Android foi esta falha constrangedora que pegou de surpresa a comunidade do sistema. Apesar de uma solução em principio ter aparecido “rapidamente”, é um grande alerta sobre a “soberba confiança dos apaixonados” por Android. E o dano maior da falha encontrada não será em equipamentos e dispositivos com o sistema operacional, mas sim no excesso de confiança que existia sobre o sistema.

Um sistema que se diz “open source” (o que ele não é), atualizado e melhorado por milhares de “apaixonados”, agora deixa uma “mágoa grande nos corações” dos desenvolvedores e de usuários de dispositivos. A única coisa positiva que pode-se tirar dessa saia justa, é o fato de que fabricantes de dispositivos que “nunca atualizam nada” vão perder um grande número de clientes. Porque com uma falha dessas, milhares de equipamentos foram condenados quase que sumariamente “ao lixo”. E desenvolvedores de aplicações para o Android vão começar também a se preocupar mais como “as coisas funcionam” do que apenas usar bibliotecas “felizes e práticas”.

Outro aspecto que merece no mínimo uma reflexão é se já não está na hora de surgir ou apostar em outro sistema operacional que tenha mais interesse em aspectos que o Android “esqueceu” durante a sua “soberba”. Vale a lição dos paraquedistas: quando saltar, leve sempre o paraquedas de emergência. O principal é perfeito, mas um dia ele não vai abrir.

Desde 2005 fornecendo qualidade.